26 MAI - 03 JUN MOSTRA DE TEATRO 'ESCOLAS EM CENA'
Pelo terceiro ano, o TEMPO apresenta uma mostra de teatro desenvolvido em contexto escolar com o apoio de professores que acreditam poder dar muito mais aos alunos do que simples aulas de voz, movimento e drama. Estes alunos mostram-se à cidade ocupando o palco do Grande Auditório do TEMPO, revelando o seu talento e vontade de criar e desenvolver projectos artísticos que os fazem pensar o mundo e crescer como artistas.



BABEL, EM RECONSTRUÇÃO
Companhia: Turma P.C.A. – Percurso Curricular Alternativo – 9.º ano, da EB2/3 Dom Martinho Castelo Branco
24 Maio, 15h00 (escolas) 21h30 (restante público)
M/6 | 50 min

Nos tempos em que alguns pensam em levantar muros e outros morrem em alto mar na busca de outras fronteiras, usamos o teatro como forma de colocar a pergunta: Que mundo estamos a construir?
Como recuperar ou construir a mitológica torre do respeito e da igualdade – é a questão que nos move.
Não estamos certos do caminho a seguir, mas sabemos que nesta direcção não queremos ir. Pois acreditamos ainda que outro mundo é possível.

Criação colectiva
Interpretação: Daniela Ferreira, Dário Martins, Érica Gonçalves, Filipa Martinho, Gerson Moreira, Leandro Pires, Marco Rodrigues, Maria Gomes, Paulo Bessa, Quévin Lamdasni, Roberto Vilhena, Rosana Vilhena, Rossana Silva
Direção: João Pedro Correia
Banda Sonora: ‘Saia desse bolo” – Olodum; “Duas cidades” – Baiana System; “Foi Deus”, “Amar pelos dois” – Salvador Sobral
Produção: EB 2/3 Dom Martinho Castelo / Agrupamento de Escolas Poeta António Aleixo



O SENTIDO DA VIDA
Companhia: Curso Profissional de Artes do Espectáculo da Escola da Bemposta
26 Maio, 15h00 (escolas) e 27 Maio, 21h30 (restante público)
M/6 | 60 minutos

‘O Sentido da Vida’ é um conjunto de pequenos textos de teatro de Carlos Alberto Machado, dramaturgo, poeta e editor de reconhecido mérito. Estes textos, sempre com uma generosa dose de ironia, que põem o público ora a rir, ora a filosofar sobre as nossas vidas, são o espelho fiel das nossas situações comuns que vivemos diariamente. Elaboradas como um conjunto de 21 quadros, retratam a nossa sociedade portuguesa fielmente. Vamos todos ver-nos ao espelho na nossa ridícula condição humana?

Encenação, direcção de actores e dramaturgia: Mário Rui Filipe
Apoio ao movimento: Joana Melo
Apoio vocal: Isobel Reis
Interpretação: Bárbara Madeira, Beatriz Costa, Beatriz Franco, Beatriz Frazão, Carolina Silva, Catarina Costa, Daiana Del Sole, Daniela Silva, Ema Moreira; Enzo Magnolli, Joana João, Lurdes Carriçal, Maytê Carmo, Miguel Simões, Miriam Isis, Ricardo Baptista, Samuel Nunes, Sofia Heath, Violeta Gouveia.



TAMOS A DAR NOME AO QUÊ??
Companhia: Grupo de Teatro da Escola Secundária Poeta António Aleixo
31 Maio, 15h00 (escolas) e 21h30 (restante público)
M/6 | 50 min

‘Tamos a dar nome ao quê?!’é a mais recente criação teatral do Grupo de Teatro Aleixo da Escola Secundária Poeta António Aleixo. Movidos pela vontade dos alunos experimentarem “teatro à séria”, decidimos ao longo deste ano trabalhar a contracena e para tal trabalhamos com diferentes cenas de texto dramático de Harold Pinter e Luísa Costa Gomes, procurando desdobrar as palavras e recriar em cada momento lugares novos, pois o Teatro só nos faz sentido enquanto laboratório dos dias e de nós mesmos.

“ - Já discutimos essa questão das existências intermédias.
- Nunca muito profundamente “

Textos: Harold Pinter e Luísa Costa Gomes
Criação colectiva
Interpretação: Grupo Teatro Aleixo da Escola Secundária Poeta António Aleixo: Afonso Gingeira, Ana Parreiras, Bárbara Domingos, Beatriz Guerreiro, Catarina Sampaio, Inácia Nunes, João Magueijo, Mafalda Freitas, Margarida Nogueirinha, Patrícia Magalhães, Rita Benedito, Rui Estevão, Tatiana Palma, Tiago Estremores
Convidado especial: Francisco Monteiro – Acordeão
Direcção: João Pedro Correia
Produção: Escola Sec. Poeta António Aleixo / Agrupamento de Escolas Poeta António Aleixo



INÊS!
Companhia: O Teatro da Caverna – Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes
02 Junho, 15h00 (escolas) e 03 Junho, 21h30 (restante público)
M/12 | 60 min
Uma história de amor e morte. Um crime antigo, com muitas vítimas e muitos réus...
Inês de Castro tornou-se uma figura inspiradora do imaginário popular e artístico em Portugal e no mundo.
‘Inês!’ resultou de uma adaptação livre de textos sobre os amores de D. Pedro, O Justiceiro, e de D. Inês de Castro, figura mítica da História peninsular.

Adaptação livre de textos de: António Ferreira; António Patrício; Garcia de Resende; “Luís de Camões, entre outros.
Encenação: Alfredo Gomes e Nídia dos Santos
Actores: Andreia Agostinho, Beatriz Gonçalves, Bruna Miranda, Carlos Rosa, Guilherme Sousa, Inês Paulino, Lívia Scalabrelli, Luís Silva, Raquel Silva, Ricardo Fernandes, Samuel Maio.
Grande Auditório Nuno Mergulhão
24 Maio a 03 Junho
Entrada gratuita mediante levantamento prévio de bilhete


© 2017 Todos os direitos reservados » TEMPO – Teatro Municipal de Portimão | Design » 1000olhos | Implementação » Wirelessbrand