Calendário de eventos

Descarregar como ficheiro ICAL
MORTE DE UM CAIXEIRO VIAJANTE, DE ARTHUR MILLER
Sexta-feira, 30. abril 2021, 07:00pm - 09:15pm
Visualizações : 88

30 Abril Morte de um caixeiro viajante Jorge Gonçalves 900x417

30 Abril, 19h00 [NOVO HORÁRIO]
Grande Auditório
2h15min | M/12
10,00€ | Lotação limitada, reduzida de acordo com normas da DGS
Bilhetes em tempo.bol.pt e na bilheteira do TEMPO 

Apresentado no âmbito da Rede Eunice AGEAS, projeto de difusão de espetáculos produzidos e coproduzidos pelo Teatro Nacional D. Maria II

 

E agora, que é feito de nós? 

Estados Unidos, anos 40. Estamos no Sonho Americano, o ideal de self made man e o mito do sucesso. Willy Loman quer dar o mundo aos seus filhos, quer que o conquistem. Depois de 34 anos a trabalhar como caixeiro viajante, vê os seus sonhos desvanecerem-se, perdendo o chão e, consequentemente, a noção de realidade. Uma tragédia moderna do cidadão comum, que encontra na impotência do fracasso a derradeira violência. É mesmo arrepiante ver, agora, esta Morte de um caixeiro viajante que sobressaltou o mundo na sua estreia, na Broadway, em 1949 (num espetáculo dirigido por Elia Kazan) e que a Portugal chegou com a histórica encenação de António Pedro para o TEP, em 1954. Escrita no imediato pós-guerra, é um sentido Requiem por uma sociedade que se baseia no triunfo individual, na competição, na exploração. Um Requiem pelo capitalismo. E um dos retratos mais magoados do Sonho Americano. E agora que outras crises do capitalismo se abatem sobre as nossas vidas? E agora que estamos metidos nisto? E agora, que é feito de nós?  

 

Encenação: Jorge Silva Melo
Tradução: Ana Raquel Fernandes, Rui Pina Coelho
Interpretação: Américo Silva, André Loubet, António Simão, Helder Bráz, Joana Bárcia, Joana Resende, José Neves, Pedro Baptista, Pedro Caeiro, Paula Mora, Sara Inês Gigante, Tiago Matias, Vânia Rodrigues
Cenografia e figurinos: Rita Lopes Alves
Som: André Pires
Luz: Pedro Domingos
Assistência: Nuno Gonçalo Rodrigues, Joana Resende
Produção: Artistas Unidos
Coprodução: Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Nacional São João
Apoio: Câmara Municipal de Lisboa
Fotografia: Jorge Gonçalves

 

 

 

@ 2017 Todos os direitos reservados > TEMPO -Teatro Municipal de Portimão > Ficha técnica